About Gabriel Lomasso

Amante de cinema, música, séries e qualquer coisa ligada à cultura pop. Aspirante a jornalista e a muitas outras coisas.

Posts by Gabriel Lomasso:

Com notáveis avanços, Vingadores: A Era de Ultron faz bonito, mas ainda deixa a desejar

Foto: Reprodução/Marvel Studios

Foto: Reprodução/Marvel Studios

É inegável que a fórmula apresentada pela Marvel em seu universo cinematográfico foi um dos grandes acertos dos últimos tempos. As coisas deram tão certo, que a ideia de apresentar filmes solos de personagens e depois uni-los em uma grande produção se tornou modelo para muitos, a começar para DC/Warner, a grande concorrente. Em Vingadores: A Era de Ultron, o segundo filme do grupo de heróis, aquela mesma receita apresentada em 2012, com a primeira reunião, se repete, mostrando alguns avanços, mas ainda deixando um gosto de “poderia ter sido mais”.

(mais…)

Unbreakable Kimmy Schmidt: Uma comédia sem exageros que há muito tempo não se via

Foto: Divulgação/Netflix

Foto: Divulgação/Netflix

É raro encontrar nos dias de hoje uma série de comédia que fuja das velhas fórmulas e modelos que já foram usados inúmeras vezes pelos principais canais norte-americanos. Enquanto na TV a cabo, a HBO, por exemplo, se sobressai com as dramédias – gênero que mistura drama e comédia – Girls e Looking, os canais abertos norte-americanos se veem fadados a repetir, cada vez mais, aquilo que é feito por pelo menos dez anos. Porém, ao contrário do que se esperava, nem sempre (quase nunca, para ser sincero) as coisas dão certo.

Pode-se contar nos dedos quantas séries realmente vingaram após o que eu chamo de “era do ouro das sitcoms”. Nos anos 90, algumas das mais célebres produções do gênero estrearam na televisão norte-americana e fizeram história. Friends, Seinfeld e Will & Grace são os exemplos mais evidentes e acumularam, no período em que estiveram no ar, prêmios, recordes e fãs no mundo todo. Curiosamente falando, estas três séries foram exibidas pelo mesmo canal: a NBC, que desde o fim de Will & Grace, em 2006, não conseguiu emplacar uma boa comédia.

(mais…)