Segunda edição do Botecar começa na próxima quarta-feira

O festival Botecar, concurso que reúne 55 bares de várias regiões da capital mineira, começa na próxima quarta-feira (8), com o objetivo de retomar as raízes da cultura tradicional de botecos. Esta edição tem como tema a diversidade cultural mineira, homenageando 45 cidades através dos pratos participantes. Os proprietários foram convidados a criar receitas que utilizem alimentos 100% de raiz, com preços que variam entre R$ 15,90 e R$ 29,90.

Olívio Cardoso Filho, dono do Bar Estabelecimento e vencedor da primeira edição do Botecar

Olívio Cardoso Filho, dono do Bar Estabelecimento e vencedor da primeira edição do Botecar

Dois concursos são realizados durante o evento: a tradicional escolha do melhor prato e o concurso paralelo de melhor garçom do festival, chamado de ‘Chefia Camarada’. O atual campeão de melhor prato é o Bar Estabelecimento, que promete brigar por mais um título. Segundo o proprietário e cozinheiro Olívio Cardoso Filho, seu prato “pique-esconde”, um escondidinho de frango queimado no angu de milho verde e manjericão, remete à tradição de sua cidade natal, Campos Altos. “O angu de milho verde é uma tradição da cidade, das casas que frequento até hoje quando vou lá. Se eu for a Campos Altos e não comer angu de milho verde eu não volto feliz”, afirma.

A atual campeã do concurso ‘Chefia Camarada’ também sonha com outro título. Jussara Ferreira tem mais de 10 anos de profissão e trabalha há oito anos no Bar da Cida. Para ela, o segredo do bom atendimento é tratar os clientes como gostaria de ser tratada. “Faço o melhor possível para servir bem, estar sempre alegre e ser sempre presente na mesa para saber se os clientes precisam de alguma coisa”, conta.

Muitas vezes os pratos homenageiam as cidades de seus criadores. É o caso do ‘Tradição da Terra’, prato do bar Adega e Churrasco, que tem como inspiração a cidade de Pedra Azul, onde nasceu o proprietário Ronney Viana Lacerda. A cidade natal também foi a inspiração de Ângelo Rafael Teles, dono do Art Bar Tanganica, que criou os Barquinhos do Piracicaba, homenageando Coronel Fabriciano.

A escolha das cidades vai além das receitas e também faz parte da decoração dos ambientes, com a presença de objetos artesanais. BH é lembrada em cinco bares: Arte do Espeto Mineiro, Bar da Neca, Bar do Salomão, Borracharia e Família Paulista. Itabirito será homenageada por dois bares: Armazém Medeiros e Bar do Júnior. Já Tiradentes é o tema de dois estabelecimentos: Escritório da Cerveja e Gabiroba Butiquim. Curvelo é a cidade escolhida por três bares: Chef Túlio, Macaxeira Beer e Oratório Bar.

O festival, que reuniu 400 mil pessoas em 2014, conta com seis bares estreantes. Esta edição será a primeira para os bares Amarelim da Prudente, Amarelim do Prado, Oratório, Petisqueira do Teté e Butiquim Seu Jorge. Além dos novos bares, o evento terá o serviço ‘Carona Botecar’, que terá nove ônibus gratuitos fazendo um circuito que passa pelos bares das regiões da Pampulha, Norte e Nordeste, Noroeste, Leste, Centro-Sul, Barreiro, Oeste, Serra e Sion-Santo Antônio. Para utilizar o serviço, basta ter em mãos o mini-guia do evento, que vai até o dia 9 de maio.

Mais informações no site www.botecar.com.br

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Alexandre Rezende e Samuel Gê