Resenha Botecar: festa de encerramento do festival agita Parque das Mangabeiras

IMG_6506red

Banda do Síndico cantou sucessos da carreira de Tim Maia – Foto: André Correia

Realizada no último sábado (23), a festa de encerramento do Festival Botecar 2015 reuniu 4 mil pessoas no estacionamento do Parque das Mangabeiras, em Belo Horizonte. O evento contou com a presença de 30 dos 55 estabelecimentos participantes e teve ainda as apresentações da Banda do Síndico – formação que reúne alguns dos músicos que tocaram com Tim Maia na antiga Vitória Régia – do Bloco Chama o Síndico, Sarau Brasileiro e do Grupo Matraca.

Além de celebrar a culinária mineira, o Resenha Botecar revelou os vencedores do concurso de Melhor Prato e ‘Chefia Camarada’. O primeiro lugar desta edição ficou com o Boteco da Carne e o prato “Divino Adão e Eva no Paraíso”, que buscou inspiração em Divinópolis. Composto de Carré de porco, acompanhado de purê de mandioca e paçoca de carne de sol com geleia de pimenta, o prato do bar localizado no Lourdes recebeu as melhores notas desta edição.

IMG_6471red

Proprietários do Boteco da Carne erguem a placa de primeiro colocado no Botecar 2015 – Foto: André Correia

O segundo lugar foi bastante comemorado pelos proprietários do Bar do Doca, com o prato “Zelopão Ora-Pro-Nóbis”, que homenageia Itabira. A rabada com ora-pro-nóbis e angu é servida no Prado e também agradou o público do festival. A terceira posição do Botecar 2015 ficou com o Bar e Restaurante Casa Velha e seu prato “Moiadim no Sequim com Bolim”, que homenageou Dores do Indaiá e leva angu de ora-pro-nóbis com ragu de costelinha, farofa de carne seca e croquete de perfil na receita.

IMG_6374red

Vencedor do Chefia Camarada desta edição, Gigante agradece o apoio do público do festival – Foto: André Correia

O vencedor do prêmio Chefia Camarada, que elege o melhor garçom entre os bares participantes foi Erisney Pereira Rocha, 42 anos, conhecido como Gigante. O funcionário do Agosto Butiquim agradeceu aos colegas de trabalho, à sua família e ao público do festival, que reconheceu seu bom trabalho e lhe deu o título de melhor garçom desta edição.

O organizador do festival, Antonio Lúcio Martins, destacou a importância de se valorizar a cultura mineira e espera que mais cidades sejam homenageadas pelos bares na edição de 2016. Os materiais de limpeza e alimentos arrecadados na troca dos ingressos serão doados para a Jornada Solidária, projeto dos Diários Associados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confira mais fotos da Resenha Botecar em nossa página no Facebook.