Notícias

10ª edição da Restaurant Week BH vai até 5 de abril

A Restaurant Week, evento gastronômico que reúne ação social e bons restaurantes, está em sua décima edição na capital mineira e tem como tema a Gastronomia Saudável. O festival é realizado há mais de duas décadas em diversas cidades do mundo com o propósito de divulgar e valorizar a gastronomia local.

Ancho Barbecue com batatas rústicas, servido no restaurante Arantes

Ancho Barbecue com batatas rústicas, servido no restaurante Arantes

Durante o período do festival, que começou no dia 16 de março e termina em 5 de abril, os 55 restaurantes participantes oferecem opções criadas especialmente para o evento. O menu, que conta com entrada, prato principal e sobremesa, tem preço fixo de R$ 37,90 para o almoço, com sugestão de doação de R$ 1,00 para o Hospital da Baleia. Já o jantar custa R$ 49,90, além da doação de R$ 1,00. As reservas podem ser feitas pelo site e utiliza a plataforma BestTables, para facilitar o atendimento nos restaurantes.

Segundo a organização do evento, o tema da edição serve para desafiar os chefs de cada casa a criarem pratos que misturem temperos e sabores e sejam opções saudáveis. A expectativa é superar o número de menus vendidos na edição anterior, realizada em agosto de 2014.

Promovido pela MiCA em 15 cidades no Brasil, a edição mineira tem patrocínio do Dotz. Esta parceria permite aos usuários da moeda virtual resgatar seus pontos e trocar por um almoço, ao custo de 2000 Dotz, ou jantar, por 2750 Dotz. Mais de 30 restaurantes estão aceitando a troca, que deve ser solicitada no site. A lista completa e maiores informações podem ser encontradas no site www.restaurantweek.com.br

Confira abaixo algumas fotos dos menus disponíveis:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Família de bebê sem intestino cria campanha de arrecadação

IMG_5971

Sueide Gomes, mãe de Pedrinho, mostra a camiseta criada para a campanha. Foto: André Correia

Pedro Gomes Oliveira, o Pedrinho, nasceu no dia 14 de julho de 2014 em Eunápolis (BA), e logo no segundo dia de vida foi diagnosticado com a Síndrome do Intestino Curto (SIC), má formação que ocorre na gestação e que resulta em intestinos com tamanho reduzido, pouca circulação sanguínea e funcionamento inadequado. O caso de Pedrinho foi ainda mais grave. Seu intestino necrosou e precisou ser removido em uma cirurgia. O bebê teve que ser transferido para o CTI do Neo Center do Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte (MG), e desde então está sob acompanhamento pediátrico constante.

Sua família criou uma campanha de arrecadação para custear um transplante de intestino, que é realizado apenas nos Estados Unidos, com custo aproximado de US$ 1 milhão (R$ 3 milhões). Pedrinho está completando oito meses e vive uma luta diária pela sobrevivência.

Toda a nutrição de Pedrinho é feita de forma parenteral, onde os alimentos e medicamentos são administrados de forma intravenosa, e vários exames são feitos a cada dia para acompanhar sua evolução. A sua situação o leva a ter uma sensibilidade na pele, entre outras complicações. (mais…)

Galeria de Arte Copasa apresenta exposição “Memória Líquida”

MemóriaLíquida01_6064

Abertura da exposição aconteceu na noite de quinta (5)

Começou nessa quinta feira (5) a exposição de esculturas “Memória Líquida”, do artista plástico Carlos Calsavara. A coleção é composta por 25 peças de variados tamanhos, feitas de cerâmica e outros materiais, como madeira, metal, vidro e tinta automotiva, e ocupa o espaço da Galeria de Arte Copasa até o dia 5 de abril. A exposição é uma das selecionadas pelo 11º Edital de Concorrência Pública aberto pela instituição.

O evento de abertura contou com a presença de amigos e admiradores de artes plásticas. A professora de desenho da Faculdade de Belas Artes da UFMG, Maria do Céu Diel, comentou sobre a exposição e ressaltou a importância do espaço. “Estou gostando bastante, tem peças bem bonitas. A galeria é bem simpática e sintética e a iluminação também está muito bonita. Este espaço é importantíssimo para a cultura e para os artistas”. O engenheiro argentino Daniel Ferreira ficou sabendo da exposição e foi conferir de perto. “Gosto muito da arte barroca e gostei muito da exposição. Achei original e diferente”. (mais…)