SuperStar retorna com segunda temporada, mas ainda não surpreende

superstarA segunda temporada do programa SuperStar, mais um dos reality shows musicais da Rede Globo, começou neste domingo (12), com algumas novidades, entre elas, a troca dos três jurados, no sistema de classificação e a inclusão da votação pelo site. Mesmo assim, a atração, que no ano passado revelou a Banda Malta e sua música grudenta e tema de novela, ainda se mostra abaixo do nível que promete, mas é apenas o primeiro programa e os problemas podem e devem ser corrigidos ao longo da temporada.

O que mais me incomodou foi o aplicativo de votação, que justamente é o grande diferencial do reality. Na primeira temporada ele era o único meio para escolha das bandas. Neste ano também será possível votar pelo site da emissora. Mas, se o aplicativo é tão citado, deveria funcionar bem, e não foi isso que aconteceu, pelo menos comigo.

(mais…)

Já vestiu sua calça jeans hoje?

Oi pessoal, que bom que vocês voltaram! E se é a sua primeira vez por aqui, seja bem vindo! Se tem uma coisa indispensável para o dia-a-dia é a calça jeans, por vários motivos: é confortável e pode ser discreta ou o centro das atenções. Dá pra usar com tênis? Dá! Com salto? Também! Com bota, chinelo, rasteirinha, sapatilha e o que mais você gostar, por isso ela está sempre dentro dos nossos guarda-roupas e corações. Mas e na hora de comprar, você acerta de primeira?

Quando escolhemos nossa calça sempre tem alguns modelos à disposição, e as lojas bem que tentam explicar a diferença ou colocam no manequim para você ter uma ideia, mas o fato é que nem sempre vamos as compras com todo o tempo do mundo e, às vezes, escolhemos o modelo errado ou pegamos sempre o mesmo tipo! – Oh moça, essa é skinny?! – #QuemNunca

Para economizar o seu dim dim e fazer uma compra mais consciente, separei alguns modelos – mais comuns – para você afirmar o que já fica bom em você, mudar de ideia ou ariscar em novas modelagens!

Calça reta

Aposto que você tem uma e nem sabia! O bom desse modelo é que ela afina a silhueta, exatamente por ser reta, pois ajuda a deixar o quadril proporcional. Uma dica digna de fashionista é dar uma dobrinha na barra da calça. Assim, seus tornozelos aparecem, proporcionando um sensação de canela mais fina.

Calça reta

Fotos: Nelly N.,Stephanie K., Albina Kisa e Cecilia H – (lookbook.nu)

(mais…)

Segunda edição do Botecar começa na próxima quarta-feira

O festival Botecar, concurso que reúne 55 bares de várias regiões da capital mineira, começa na próxima quarta-feira (8), com o objetivo de retomar as raízes da cultura tradicional de botecos. Esta edição tem como tema a diversidade cultural mineira, homenageando 45 cidades através dos pratos participantes. Os proprietários foram convidados a criar receitas que utilizem alimentos 100% de raiz, com preços que variam entre R$ 15,90 e R$ 29,90.

Olívio Cardoso Filho, dono do Bar Estabelecimento e vencedor da primeira edição do Botecar

Olívio Cardoso Filho, dono do Bar Estabelecimento e vencedor da primeira edição do Botecar

Dois concursos são realizados durante o evento: a tradicional escolha do melhor prato e o concurso paralelo de melhor garçom do festival, chamado de ‘Chefia Camarada’. O atual campeão de melhor prato é o Bar Estabelecimento, que promete brigar por mais um título. Segundo o proprietário e cozinheiro Olívio Cardoso Filho, seu prato “pique-esconde”, um escondidinho de frango queimado no angu de milho verde e manjericão, remete à tradição de sua cidade natal, Campos Altos. “O angu de milho verde é uma tradição da cidade, das casas que frequento até hoje quando vou lá. Se eu for a Campos Altos e não comer angu de milho verde eu não volto feliz”, afirma.

(mais…)

Faça valer o tempo

Faça valer o tempoQuando paro e penso que o dia tem 24 horas, sinto-me frustrada. 24 não é um número tão pequeno, porém ele não é suficiente diante de tantas tarefas diárias. Nele não cabe a quantidade de atividades e obrigações que tenho a fazer. Confesso que, por várias vezes, pensei que o problema da falta de tempo era resultado da má administração do meu próprio tempo. Mas como assim? Eu sempre tento me organizar e continuo não conseguindo fazer tudo que preciso e quero fazer.

O dia passa e esperamos ter tempo a noite para fazer o que quer que seja. A noite chega e passa por mim. O cansaço do dia é o causador, o culpado da alteração dos meus planos. Esperamos, então, o final de semana para ter aquele tempinho e novamente vem a decepção: o tempo foi escasso para a realização dos meus diversos planos. Então é melhor esperar as férias para ter a oportunidade de fazer tudo que não conseguimos realizar durante o ano. E novamente não funciona. Doce ilusão…

Além de o tempo ser curto para tantos afazeres, perdemos tanto tempo, não é mesmo? Perdemos tempo no trânsito e nas filas, o que, infelizmente, foge do nosso controle. Perdemos tempo falando mal dos outros, cuidando da vida dos outros, vivendo a vida dos outros. Perdemos tempo dando importância ao que os outros acham da nossa vida. Perdemos tempo quando não damos um sorriso, quando não desejamos um bom dia, uma boa tarde, uma boa noite! Perdemos tempo quando não dizemos por favor, obrigado, eu te amo. Perdemos tempo quando, desacreditados de Deus e de seus milagres, desistimos dos nossos sonhos. Perdemos tempo quando multiplicamos os nossos problemas e não enxergamos o lado bom das coisas, de tudo.

O tempo é tão precioso quanto o ouro. E diante da falta dele, precisamos valorizar as poucas horas do dia que restam. Mas fazer o quê, Mariana? Como fazer? A resposta eu não sei. Estou tentando encontrá-la há algum tempo. Enquanto isso, decidi não perder mais tempo. Decidi não perder mais a vida. Sábias palavras de um poeta, do qual eu não me lembro do nome (culpa da correria dos dias que afeta minha memória), me ensinaram que a vida é ‘colorível’. Logo, escolhi que a minha vida será multicolorida, porque a minha vida é somente minha, eu sou dona dela e faço dela e com ela o que eu quiser, o que eu bem entender. E a sua? Qual a cor tem ou qual a cor você dará a sua vida? Mesmo com a falta de tempo, ainda há possibilidades de colori-la, de lhe dar sabor, cheiro e inúmeras sensacionais sensações.

Você já parou para pensar na sua vida, para ouvir o seu coração? Você já separou uma parte do seu tempo para refletir sobre o leque de opções que temos, nas inúmeras escolhas que podemos fazer? Colora, rabisque, pinte da maneira que quiser. Escolha os temperos ideais para tornar a sua vida digna de ser vivida!

Faça valer a pena! Faça valer o tempo!


Mariana Elisa é formada em Letras, está concluindo o curso de Jornalismo e publica no Lavanderia algumas de suas crônicas e outros textos.